MINHA AUTORIA

VIRANDO A MESA

jantaaluzdevelas

VIRANDO A MESA

Desde o instante em que busquei a Bia em casa, soube que algo não está bem. Até poderia perguntar o que é, mas, conhecendo-a como conheço, sei que não conseguirá continuar mantendo o ar de mistério por muito tempo, e logo contará.

Tento entabular um diálogo, porém só recebo respostas curtas e evasivas. Confesso que estou começando a ficar preocupado.

Reparo que ela quase não toca na comida, faz uma escultura com os grãos de arroz, corta a carne que não come, e me olha de uma maneira sem graça, diversas vezes. Acho que terei problemas.

– Acabou, Nilo. – A Bia fala de repente, quebrando o incômodo silêncio.

– Ainda não, mas estou quase. – Respondo e, imediatamente, me vem à cabeça a imagem de uma luz vermelha indicando que a resposta está incorreta.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

TURBILHÃO

Blue_Energy_Tornado

 TURBILHÃO

Eu queria saber quem sou,
perdida em meio a tantas palavras,
e são tantas que não cabem dentro de mim…
Tantas que me abstraio daquela que um dia fui,
sem saber quem agora me torno.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

ANTÍTESE

Antitese2

ANTÍTESE

Sou a antítese do meu próprio eu,
parte do que fui e do que jamais serei.
As minhas verdades se tornaram relativas,
pela absoluta falta de convicção.
Onde começo e onde termino, não sei…
A cabeça nas nuvens tira os meus pés do chão.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button