ASSUNTOS ABORDADOS

Bienais Brasil

bienalrio

16ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro

Data: 29/Agosto até 08/Setembro de 2013
Endereço: Av. Salvador Allende, 6.555 – Barra da Tijuca
Local: Riocentro

 

bienal pernambuco

9ª Bienal Internacional do Livro do Pernambuco

Data: 04 a 13 de Outubro de 2013
Local: Centro de Convenções de Pernambuco
http://www.bienalpernambuco.com/

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

Concursos Literários

10487

 

seta1 30.09.2013 – 1° Concurso Literário Internacional de Literatura da ALACIB

setamenor Informações:
a) Concurso de Crônicas e Poesias
b) Categorias: Infantil / Juvenil / Adulto
c) Inscrições por e-mail

setamenor Premiação:
Medalhas e livros
Prazo: 30 de Setembro de 2013

setamenor Regulamento:
Clique aqui

setamenor Organização:
ALACIB

setamenor Contato e Dúvidas:
deiadonadon@yahoo.com.br ou deialeal@jornalaldrava.com.br

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

Regência

regencia

seta1 A sintaxe de regência trata das relações de dependência entre os termos de uma frase. A regência é o modo pelo qual um termo rege outro que o complementa.

Em português, há dois tipos de regência: a nominal e a verbal. Na frase, existem termos regentes e termos regidos. Os regentes são os termos que exigem a presença de outros que lhes completem o sentido. Os que completam este sentido são os regidos. Quando um verbo rege outro termo, tem-se a regência verbal:

“… ele não acreditava em nada daquilo,…” (Lya Luft).

(quem acredita, acredita em).

Quando um nome rege outro termo, tem-se a regência nominal:

Junto do prato, sempre as pedrinhas coloridas que são meus comprimidos.” (Lya Luft).

(quem está junto, está junto a ou junto de).

 

setamenor ATENÇÃO:Nem sempre, entre os termos regentes e regidos, haverá preposição. Isso vai depender do nome ou do verbo regente da frase.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.8/5 (4 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

Colocação Pronominal

cpronominal

seta1 PRÓCLISE

Usamos a próclise nos seguintes casos:

(1) Com palavras ou expressões negativas: não, nunca, jamais, nada, ninguém, nem, de modo algum.

Nada me perturba.
Ninguém se mexeu.
De modo algum me afastarei daqui.
– Ela nem se importou com meus problemas.

(2) Com conjunções subordinativas: quando, se, porque, que, conforme, embora, logo, que.

Quando se trata de comida, ele é um “expert”.
– É necessário que a deixe na escola.
– Fazia a lista de convidados, conforme me lembrava dos amigos sinceros.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button

Pontuação

1m

seta1 I – Emprego da vírgula 

Não haverá vírgula sempre que a frase estiver na ordem direta, isto é, sujeito + verbo +

complementos do verbo + adjuntos adverbiais.

José  (sujeito)  ofereceu  (verbo)  flores  (o.d.)  à  namorada  (o.i.)  ontem  à  noite  (adj.

adverbial).

Haverá vírgula, se a seqüência direta for quebrada, quer pelo deslocamento de termos,

quer pela intercalação.

José,  jovem  romântico,  (intercalação)  ofereceu,  ontem  à  noite,  (deslocamento)  flores,

rosas vermelhas, (intercalação) à namorada.

VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0 (from 0 votes)
Share Button